Matérias - Semana 06 A ESSÊNCIA DO EVANGELHO ESTÁ NOS RELACIONAMENTOS! | OBPC Mandaqui


Semana 06 A ESSÊNCIA DO EVANGELHO ESTÁ NOS RELACIONAMENTOS!

Semana 06 A ESSÊNCIA DO EVANGELHO ESTÁ NOS RELACIONAMENTOS!

A ESSÊNCIA DO EVANGELHO ESTÁ NOS RELACIONAMENTOS!

Entendo que uma das melhores definições de igreja é o que Rick Warren escreve em seu livro ‘Uma Igreja com Propósitos’, quando diz que: “A Igreja é uma Família com uma Missão.” Ora, se como igreja somos uma família precisamos nos relacionar com liberdade. As barreiras precisam ser quebradas para priorizar os relacionamentos pessoais. Não devemos ter reservas para com nossos irmãos, e toda espécie de formalidade precisa ceder lugar a liberdade, para que fiquemos a vontade uns com os outros. Assim vamos criar o ambiente propício para a Ministração de uns aos outros. A razão pela qual os relacionamentos são incentivados é para gerar a possibilidade de que ministremos as coisas de Deus uns aos outros. Todo o Novo Testamento ordena a prática da ministração de uns aos outros. Amai-vos uns aos outros, perdoai uns aos outros e outras expressões desse tipo são uma constante nos ensinamentos de Cristo e dos Apóstolos. Francamente, como poderemos obedecer a Jesus naquele culto de domingo com centenas de pessoas na Igreja? Numa igreja convencional, as pessoas estão tão envolvidas com ensaios, reuniões e cultos, que não têm tempo e nem motivação para obedecer à ordem de ministrar uns aos outros. Nos Grupos Pequenos a Ministração de uns aos outros é a razão de ser do grupo. Outro fator importante dos Grupos Pequenos é a facilidade com que podemos evangelizar de maneira pessoal amigos e parentes, colegas de trabalho e da escola, levando-os a essas reuniões informais onde eles ficam muito mais à vontade do que nas grandes concentrações realizadas no templo. Ali no Grupo Pequeno essas pessoas são vistas e acompanhadas de perto, enquanto no templo passam despercebidas, na maioria das vezes. As pessoas que procuram uma igreja estão desejando mais do que ouvir uma eloquente mensagem ou cantarem músicas bonitas e bem tocadas, elas querem relacionamento. Na verdade, elas desejam ser notadas e amadas. Estão com sede e fome de serem assistidas em suas necessidades pessoais. Elas precisam de amigos. Querem ser úteis e aceitas no meio de um grupo. Quando entram numa igreja estão secretamente gritando “Estou Aqui”, e perguntam-se: “Será que alguém me notou?” Na maioria dos casos, não. Nas igrejas maiores ninguém percebe a chegada de alguém diferente, já nas menores é perigoso o visitante ficar constrangido com tantos olhares curiosos. Porém, atenção, amor e respeito pelas pessoas, se manifestam em poucas igrejas, pois todos estão muito ocupados com a programação do culto ou com seus ministérios e projetos. Nos Grupos Pequenos só existem dois ministérios: Ministrar uns aos outros (isso é apascentar) e conduzir os não crentes ao amor de Jesus.

“Depois o Senhor disse: Não é bom que o homem viva sozinho. Vou fazer para ele alguém que o ajude como se fosse a sua outra metade.” Gênesis 2.18

“É melhor haver dois do que um, porque duas pessoas trabalhando juntas podem ganhar muito mais.” Eclesiastes 4.9

“Quem não gosta de estar na companhia dos outros só está interessado em si mesmo e rejeita todos os bons conselhos.” Provérbios 18.1

“Como são admiráveis as pessoas que se dedicam a Deus! O meu maior prazer é estar na companhia delas.” Salmo 16.13

“Não se enganem: As más companhias estragam os bons costumes.” I Coríntios 15.33

“O moço que obedece à lei de Deus é inteligente, porém o que anda em más companhias é uma vergonha para o seu pai.” Provérbios 28.7




Voltar





https://www.embed-map.com

Copyright Grupo Alphanet Hosting @ 2018


  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • Youtube