Matérias - Roberto de Lucena adere à Frente em Defesa do Serviço Público | OBPC Mandaqui


Roberto de Lucena adere à Frente em Defesa do Serviço Público

Roberto de Lucena adere à Frente em Defesa do Serviço Público

Roberto de Lucena adere à Frente em Defesa do Serviço Público
O deputado federal Roberto de Lucena (PV/SP) participou do lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público. Criada durante uma audiência pública da Comissão Permanente de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal, a Frente tem por objetivo ser um ambiente de discussões permanentes e de mobilização. A promoção do diálogo entre o Parlamento e as representações legítimas dos servidores públicos de todo o Brasil é a sua meta, para que sejam asseguradas as boas condições para o desempenho do serviço público. O parlamentar assinou a adesão à Frente.

“O ambiente que nós temos é o de desmonte do serviço público, que vem sofrendo ao longo dos últimos anos. A instituição dessa Frente Parlamentar é absolutamente relevante e necessária. O ambiente de depreciação e desrespeito para com o serviço público, que nós temos visto, equivale aos contextos mais perversos e críticos que tivemos durante toda a história da República. Na Presidência da República, já tivemos um sociólogo, tivemos um operário, uma economista e, neste momento, temos um constitucionalista. Em todas essas fases tivemos atentados contra o serviço público. Isso não foi uma exclusividade de um partido político ou de um governo”, explica Roberto de Lucena, destacando que o atual presidente tem apenas alguns meses de governabilidade.

O parlamentar acredita que, hoje, com as propostas em tramitação no Congresso para permitir as privatizações das empresas públicas e terceirizar os serviços públicos, os trabalhadores desse segmento se sentem ameaçados já que haverá uma precarização de suas funções. “A visão da sociedade é de que o servidor público ganha muito e trabalha pouco. São eles que carregam o peso da grande máquina que é a Administração Pública e a fazem funcionar. Passamos por todos os modelos e todas as propostas de governo ao longo dos anos. Nós só não estamos em uma condição muito pior e irreversível, em função da resistência das organizações representativas. A luta do servidor público é uma luta constante e diária. Estarei fazendo resistência sempre, quando se tratar de ações que ferem os direitos do trabalhador, da iniciativa privada e do servidor público”, afirma Lucena.

Sob o tema “Serviço Público – mitos, verdades, desafios e soluções" o lançamento da Frente reuniu parlamentares e representantes de movimentos sindicais e de associações de trabalhadores. Participaram do evento, os deputados federais Wellington Prado e Ângela Albino; o presidente da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), João Domingos; o presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP), Vilson Antonio Romero; o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (SINAL), Paulo Lino; a representante do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (SINAIT), Rosângela Rassy; o presidente do Fenasempe, Marcos Kersing, o secretário Geral da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) Moacyr Auersvaud; o presidente da FESSP-ESP, Lineu Mazano; entre outras autoridades.

Texto e foto: Izys Moreira - Assessoria de Imprensa




Voltar





https://www.embed-map.com

Copyright Grupo Alphanet Hosting @ 2018


  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • Youtube