Matérias - Clamor 2017 - 1º Dia de Clamor: Subindo ao GERIZIM e clamando por BENÇÃOS! | OBPC Mandaqui


Clamor 2017 - 1º Dia de Clamor: Subindo ao GERIZIM e clamando por BENÇÃOS!

Clamor 2017 - 1º  Dia de Clamor: Subindo ao GERIZIM e clamando por BENÇÃOS!

 

CLAMANDO NAS MONTANHAS

“Elevo meus olhos para os montes...”. (Salmo 125.1)

12 Dias de clamor 2017

Introdução:

O cenário que serviu de pano de fundo para a construção da história do povo de Deus, e os ensinamentos mais profundos que embasam a vida cristã, ocorreram numa região montanhosa. Os fatos bíblicos mais significativos aconteceram nas montanhas de Israel e países vizinhos! Isso pode indicar que devemos buscar as coisas do alto e olharmos para cima, a fim de obtermos as bênçãos divinas. Para cada dia do Clamor e para cada mês do ano, temos um Monte com alguma situação específica, que nos dá base bíblica para clamar, e quando clamamos apoiados no que Deus fez e continua querendo fazer, temos a certeza de sermos ouvidos. Portanto, prepare-se e Clame!

“Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas”.

(Colossenses 3.2-3)

10 Dia de Clamor: Subindo ao GERIZIM e clamando por BENÇÃOS! Deuteronômio 11.29; 27.11-12.

Monte Gerizim

O monte Gerizim possui 877 metros de altura. É uma das mais altas montanhas da Cisjordânia e situa-se na parte norte da Cisjordânia, ao sul do monte Ebal, do qual é separado por um vale estreito. A benção (Gerizim) e a maldição (Ebal) estão perto uma da outra, isso significa que mesmo vivendo num mundo amaldiçoado pelo pecado e pela incredulidade, isso não tem poder de anular a benção do Senhor que está sobre os que habitam em Gerizim. O monte Ebal chama-se atualmente Jebel et-Tor e é uma montanha parcialmente estéril, já o monte Gerizim foi completamente reflorestado pelo governo britânico em 1920 – isso indica que Deus usa autoridades e circunstâncias para abençoar o que está no monte Gerizim. Moisés mandou que após os israelitas atravessarem o rio Jordão, deveriam ir aos montes Ebal e Gerizim, e que as tribos de Simeão, Levi, Judá, Issacar, José e Benjamim permanecessem nas encostas do Monte Gerizim,  pronunciando as bênçãos para aqueles que guardassem a lei de Deus (Deuteronômio 11.29; Deuteronômio 27.12-13). Depois que os israelitas invadiram Canaã, cumpriram esta ordem de Moisés (Josué 8.33-35). O monte Gerizim era considerado sagrado pelos samaritanos. Quando os judeus regressaram do exílio,  os samaritanos construíram ali um templo, o qual foi destruído em 128 a.C., mas os samaritanos continuaram a utilizar este monte como local de sacrifício e adoração, e ainda o usam até hoje em dia. Este culto foi mencionado pela mulher samaritana na conversa com Jesus, junto ao poço de Jacó (João 4.20-21).

 




Voltar





https://www.embed-map.com

Copyright Grupo Alphanet Hosting @ 2018


  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • Youtube